Informações e estatísticas sobre o Coronavírus, ou COVID-19, estão mudando rapidamente, criando preocupação, caos e desinformação a serem disseminados junto com a doença. Para combater a propagação do vírus e as emoções negativas relacionadas a ele, os empregadores precisam ter um diálogo aberto com seus funcionários sobre o vírus, seu potencial impacto na organização e o que os funcionários podem fazer para se proteger.

 

Incentivar a lavagem regular das mãos

Lembre aos funcionários que a melhor maneira de impedir a propagação da doença é lavar regularmente as mãos e evitar tocar a boca, os olhos ou o nariz. O Ministério da Saúde recomenda lavar as mãos com água e sabão por 20 segundos, esfregar e ensaboar as costas das mãos, entre os dedos e as unhas. A fim de atingir efetivamente o tempo limite de 20 segundos enquanto lava as mãos, você pode cantarolar ou cantar a música “Parabéns para você” duas vezes do começo ao fim.

Para reforçar e lembrar aos funcionários que eles devem lavar as mãos regularmente, coloque placas em volta do prédio e, especialmente, em áreas públicas, como banheiros e espaços de preparação de alimentos.

 

Executar limpeza ambiental de rotina

Rotineiramente limpe e desinfete todas as superfícies tocadas com frequência no local de trabalho, como estações de trabalho, bancadas e maçanetas. O CDC recomenda que os trabalhadores usem agentes de limpeza (álcool gel ou sabonete) geralmente usados ​​nessas áreas e sigam as instruções no rótulo. É melhor fornecer aos funcionários toalhetes descartáveis ​​para que as superfícies mais usadas possam ser limpas antes de cada uso.

Importante: higienize as ferramentas frequentemente.

 

Incentive ativamente os funcionários doentes a ficar em casa

Recomenda-se a profissionais e organizações de saúde que funcionários com sintomas de doença respiratória aguda fiquem em casa e não trabalhem até que estejam livres de febre, sinais de febre e outros sintomas pelo período necessário a se descartar a possibilidade que seja o Covid-19.

Os empregadores devem garantir que suas políticas de licença médica sejam flexíveis e consistentes com as orientações de saúde pública e que os funcionários estejam longe dessas políticas.

 

Converse com os funcionários sobre planos de viagem

Aconselhe os funcionários a verificar os avisos de saúde dos viajantes em relação aos seus destinos de viagem. Se a área (na rota ou de destino) for fortemente afetada, sugira fortemente que a viagem seja adiada ou cancelada. Os funcionários também devem verificar os sintomas do vírus se decidirem viajar, para não infectar ninguém.

 

Tenha um diálogo aberto e compartilhe objetivos com os funcionários

Os empregadores precisam considerar a melhor maneira de diminuir a propagação de doenças respiratórias agudas e diminuir o impacto do COVID-19 em seu local de trabalho e compartilhar planos com seus funcionários. Os planos devem identificar e comunicar seus objetivos, que podem incluir um ou mais dos seguintes itens:

  • Reduzir a transmissão entre funcionários.
  • Proteger as pessoas com maior risco de complicações adversas à saúde.
  • Manter as operações críticas dos negócios.
  • Minimizar os efeitos adversos sobre outras entidades em sua cadeia de suprimentos.
  • Algumas considerações importantes ao tomar decisões sobre respostas apropriadas incluem: gravidade do vírus, impacto do vírus nos funcionários com maior risco de infecção e possível aumento do número de ausências dos funcionários.

 

Para saber mais sobre o coronavírus e como proteger seu local de trabalho, entre em contato com organizações de saúde como o Ministério de Saúde e a OMS.

Recommended Posts