Por que a Cultura de Segurança em uma Empresa Depende Tanto do Comportamento e Ações da Liderança?

 In Cultura de Segurança, Liderança em Segurança

O comportamento seguro do funcionário diante de uma situação de risco é o ponto máximo da prevenção de acidentes. Podemos dizer que é maior ainda do que a implementação de melhorias físicas em máquinas e equipamentos. Isto porque o funcionário, em plena consciência dos riscos e das formas de prevenção, não vai se expor a uma situação de risco ao realizar uma atividade no trabalho.

Entretanto, é de consenso geral tanto na literatura empresarial quanto na prática das organizações, que a atitude e o exemplo da liderança são os fatores diferenciais que movem a cultura de segurança da empresa para uma situação de total conformidade com as normas e com o conceito do comportamento seguro.

A liderança de uma empresa é quem define os rumos e ações a serem executadas. A forma como essas ações são tomadas, em função dos valores e princípios definidos, vai moldando a cultura da organização.

Seja com foco no respeito aos demais funcionários ou fixada em preconceitos, priorizando o aspecto financeiro ou valorizando a segurança, a cultura da empresa é um reflexo da liderança. Se os líderes são exemplos de desrespeito às regras de segurança, esse será o parâmetro que os demais funcionários terão.

Para influenciar os operadores visando um comportamento seguro é necessário um esforço constante, repetitivo e insistente, além de bons exemplos. Para levar a liderança para esse mesmo caminho, o esforço é o mesmo. Claro que as ações são diferentes para os diferentes níveis da organização, mas também devem ser constantes e contar, principalmente, com o apoio da alta direção.

Verifica-se então que O COMO se faz a gestão é definido pelos líderes. Portanto, as pessoas valorizam e se espelham naquilo que entendem como parte da expectativa dos líderes. Isso nos faz pensar que É IMPORTANTE ter líderes realmente alinhados com os valores da empresa e que estes líderes possam ser preparados para tomar as decisões e atuarem com o foco em segurança.

Nos dias de hoje, atuar com segurança é uma competência (habilidade) vital para que todo líder se desenvolva, de forma a contribuir efetivamente com o seu negócio. E, quando verificamos desalinhamentos neste aspecto, a ação deve ser rápida. Isto é uma função e uma responsabilidade do principal gestor da empresa.

O fato da segurança estar caminhando para se tornar um valor intrínseco para o negócio evidencia a evolução da cultura, que é um produto do esforço dos líderes formais e informais.

Este cenário varia de empresa para empresa. Verificamos que alguns fatores têm afetado esta evolução, por exemplo: o turnover de líderes e funcionários operacionais, a demanda por ações de curto prazo (reação rápida ao mercado), uma disciplina operacional ainda a ser melhorada, a indefinição sobre os comportamentos que os líderes deverão realizar para servir de modelo para a operação.

Estes comportamentos dos líderes são poucos, entretanto, precisam ser definidos e mantidos pela cadeia de comando na empresa. Este cascading é fundamental para o desenvolvimento da cultura.

A liderança imediata é a que mais poder possui para influenciar o comportamento seguro da equipe. Apesar de ser a mais pressionada no cumprimento das metas e gestão de recursos, nela reside a chave para a melhoria da performance.

Finalizando, mas não esgotando, neste período de transição econômica existem algumas práticas de liderança que sustentam a cultura, o desempenho e a equipe de trabalho que são fundamentais: estar presente na operação, identificando formas pessoais para auxiliar a equipe removendo barreiras e reforçando a operação segura, reconhecendo as boas realizações e contribuições, corrigindo comportamentos, comunicando expectativas.

Cultura e desempenho estão unidos. Não há uma cultura forte com baixo desempenho operacional e de segurança e sem líderes dedicados à segurança. Cultura é o que é feito quando você não está olhando.

Se quiser trocar idéias, fazer perguntas sobre o assunto tratado, fique a vontade em entrar em contato com o autor. Clique aqui para contato.

Você tem conseguido melhorar as suas práticas de liderança? E encorajado os demais líderes a fazer o mesmo? Qual foi o resultado? Por favor, compartilhe conosco os seus pensamentos, no espaço para comentários, abaixo.

Carlos Massera é um consultor de gestão e comportamento, palestrante em Segurança e Liderança. Autor de “7 Fatores para o Sucesso de Seu Programa Comportamental, ” O que é a Segurança Comportamental”, “Como a Liderança Garante a Melhoria para a Segurança”  e o seu livro mais novo a ser lançado na Amazon “Aumentando a Percepção dos Riscos”.  Ele é um especialista em como alcançar as pessoas – como falar com elas para ouvirem e entenderem. A palestra de Carlos  “Liderando com a Segurança” vai ajudar a sua organização a alcançar os seguintes objetivos: melhor engajamento e compromisso com a segurança, aumentar o trabalho em equipe, melhorar a comunicação. Clique aqui para obter mais informações e para conversar sobre as  suas necessidades com o Carlos Massera.

Recent Posts